Neo fariseismo

Deparamos-nos num tempo em que a Igreja queixa-se de igreja vazias, de falta de fé, do continuo uso da igreja como uma empresa de serviços, de que os valores:Família, Caridade, Esperança já nao existem. Mas onde esta o mal? Qual é a raiz detida esta decadência?
Façamos um exercício mental....

Será apenas um problema dos leigos que tornaram-se duros à Palavra de Deus? Ou igualmente o clero deixou-se lentamente ser seduzido pelos mesmos valores pelos quais os leigos tornaram-se duros.
Interesses sociais e pessoais tornam a base da Igreja corrupta e afecta ao mal em vez do bem. "olha para aquilo que digo e nao para o que faço" é a frase que é possível associar à igreja paroquial.
Batem no peito e mostram-se como aqueles que rezam e fazem tudo dentro da lei da Igreja. No entanto, sao estes que fecham portas e janelas a crianças, jovens e adultos. Concebem e executam armadilhas e regozijam-se com as mesmas.
Pergunto-me qual é o futuro desta Igreja? Pergunto-me quantas vocações foram perdidas por causa de mentes menos esclarecidas?

Esta é a igreja em que um bispo diz, em tom de desabafo, em Portugal a igreja só funciona se tiver lucro...qualquer tipo de lucro.
A isto chamo neo-fariseismo.

Faz parte do passado o tempo em que o Papa JP2 dizia "Vos sois a luz do mundo" ou "precisamos e santos que vistam calças de ganga" pois esta igreja já esqueceu estas santas palavras.