Ultrapassamos as 2000 visitas mensais!!!!!!!!

Parabéns a todos os contribuintes deste blog...
É notável chegar a tal feito!!!!

Ontem, dia 29 (dia do Pinheiro em Guimarães) de Novembro de 2010 foi ultrapassado as 2000 visitas mensais!!!

Também agradecemos às pessoas que visitaram o nosso blog (porque sem vocês nada disto teria acontecido!!!)  que também comentaram e apoiaram o nosso blog!!!!


Todos juntos somos mais que as mães!!!





Abraços a todos e continuemos cada vez mais fortes para desta vez chegarmos às 3000 visitas!!!

XPTO Day


Um dia diferente...com gente diferente...tema diferente...oração diferente...
XPTO Day
Oração 21h30 aberta à comunidade
Local:S. Sebastião

Parabens Sara...mts parabens!!

Mts parabens....atrasados....mt atrasados é certo...mas na mesma mts parabens...
A verdade é que os nossos serviços de informação não conseguiram grandes fotografias para além desta quando a Sarinha ainda não tinha dentes nem aparelho =P



Amanhã temos EVT no JOb!!!! =D

Amanhã é dia de EVT...
...Pintar Estante do Grupo...
...Cartaz dos Cabazes...
...Pintar o nosso coração com a Alegria do Hi-GOD


nextWeek...XPTO Day....Unbelievable!!

Artigo de um bom amigo...."Deus no meu dia"

Terá Deus lugar na minha vida para além de uma oração, ou da participação na celebração comunitária da Eucaristia? Esta foi a pergunta colocada no “Hi-God: um dia com Deus” de sábado passado, em Braga. A pergunta não foi nova para aqueles que participaram num evento que se repete já pela terceira vez. Este ano, serviu de mote o tema arquidiocesano – Viver (d)a Palavra.

Job + Música




Abraços a todos

Uma senhora velhinha...


Era uma vez uma senhora velhinha feliz, com mãos enrugadas de viver que escreviam o seu sentir.
Era uma vez a sua simples vida, cheia de ventos que sopram direito aos pedacinhos de Deus. Era uma vez um sopro dela que envolvia cada um. Era uma vez um conjunto de albuns, preenchidos de uma vida, folheados por duas mãos enrugadas. Era uma vez uma memória de elefante que desenha no pensamento as lembranças de mil dias felizes, e no sorriso a cara de alguns corações que a senhora velhinha tem abraçados ao bater do seu.
.
Um dia gostava de ser como a senhora velhinha.
.
Gostava de sentir que vivi para os outros, sem esquecer de viver para mim. Gostava de continuar certa de que Ele me envolve e me segura como se eu fosse uma pequena criança que não percebe as voltas do mundo. Gostava de sentir um orgulho bonito por cada pegada do meu trilho. Gostava de poder ver nele o sentido de cada dia dificil. Gostava de sorrir ao lembrar os olhares de quem tudo me diz, de quem molda com amor o sentido das minhas coisas...
.
Gostava que no fim Ele me segredasse ao ouvido, "Percebes como valeu pena?"
Para eu poder responder... "É impossivel não perceber".

Parabéns JOb+

Mais um aninho ... e o JOb+ esta de parbéns.


Aqui fica o nosso cartz que mostra um pouco da nossa caminhada ao longo destes 9 anos






Parabéns a todos... Sempre JOb+

Beijinhos

Textos bíblicos com comentário,Novembro

Textos bíblicos com comentário
Estas meditações bíblicas são sugeridas como meio de procura de Deus no silêncio e na oração, mesmo no dia-a-dia. Consiste em reservar uma hora durante o dia para ler em silêncio o texto bíblico sugerido, acompanhado de um breve comentário e de algumas perguntas. Em seguida constituem-se pequenos grupos de 3 a 10 pessoas, para uma breve partilha do que cada um descobriu, integrando eventualmente um tempo de oração.


"Gálatas 5, 13-25: A liberdade cristã
Irmãos, de facto, foi para a liberdade que vós fostes chamados. Só que não deveis deixar que essa liberdade se torne numa ocasião para os vossos apetites carnais. Pelo contrário: pelo amor, fazei-vos servos uns dos outros. É que toda a Lei se cumpre plenamente nesta única palavra: Ama o teu próximo como a ti mesmo. Mas, se vos mordeis e devorais uns aos outros, cuidado, não sejais consumidos uns pelos outros. Mas eu digo-vos: caminhai no Espírito, e não realizareis os apetites carnais. Porque a carne deseja o que é contrário ao Espírito, e o Espírito, o que é contrário à carne; são, de facto, realidades que estão em conflito uma com a outra, de tal modo que aquilo que quereis, não o fazeis. Ora, se sois conduzidos pelo Espírito, não estais sob o domínio da Lei. Mas as obras da carne estão à vista. São estas: fornicação, impureza, devassidão, idolatria, feitiçaria, inimizades, contenda, ciúme, fúrias, ambições, discórdias, partidarismos, invejas, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes a estas. Sobre elas vos previno, como já preveni: os que praticarem tais coisas não herdarão o Reino de Deus. Por seu lado, é este o fruto do Espírito: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, auto-domínio. Contra tais coisas não há lei. Mas os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e desejos. e vivemos no Espírito, sigamos também o Espírito. (Gálatas 5, 13-25)
A epístola aos Gálatas foi chamada a grande carta da liberdade cristã. Os passos sobre a liberdade prendem de facto a nossa atenção. É preciso imaginar a força que estes passos podiam ter em sociedades condicionadas pela escravatura, onde um desejo de liberdade se fazia sentir por todo o lado.

A informação muito incompleta que possuímos sobre a crise que motivou a escrita desta carta não permite que nos pronunciemos com certeza sobre os erros que são visados pelo Apóstolo. O que é certo é que os Gálatas, todos convertidos do paganismo (eles nunca praticaram a Lei de Moisés), ficaram perturbados com pregadores que preconizavam a adopção desta Lei e da circuncisão para se tornarem verdadeiros cristãos. O desejo de «fazer mais», de praticar uma lei que fixasse um comportamento preciso para acalmar uma angústia ou pacificar uma inquietação (a liberdade dá medo) podia torná-los vulneráveis aos argumentos dos adversários de Paulo.

Qual deve ser o comportamento dos cristãos no mundo? Não será preciso haver uma lei para o fixar? A pergunta punha-se ainda com mais força quanto os cristãos tinham tomado consciência de que, mesmo baptizados e a viver uma vida nova, subsistia neles uma cumplicidade com coisas que os podiam afastar do Evangelho. É aquilo a que Paulo chama a «carne».

São Paulo quer responder a estas preocupações e dá em três versículos o essencial da sua resposta: «Eu digo-vos: caminhai no Espírito, e não realizareis os apetites carnais». «Ora, se sois conduzidos pelo Espírito, não estais sob o domínio da Lei». «Se vivemos no Espírito, sigamos também o Espírito».

É como se Paulo quisesse dizer: é evidente que a liberdade que nos foi dada não dispensa uma luta interior. É preciso viver esta luta com confiança, porque não precisamos de subestimar o que o Espírito é capaz de produzir nas nossas vidas: «amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, auto-domínio…» Os cristãos não estão submetidos à Lei; eles não a praticam, mas cumprem-na plenamente ao amarem.

Amar. Eis a realidade, longe de todo o narcisismo, que está no coração da liberdade.

Será por vezes a nossa liberdade uma fonte de inquietação? Porquê?

«Caminhai no Espírito». O que quer isto dizer?"

fonte:http://www.taize.fr/pt_article175.html


Beijos as meninas.
Abraços ao meninos.
E que Deus e Maria esteja sempre convosco.
Em breve eu volto, pode ser!!!!
Aquele abraço e boas pedaladas, alexjudoka_gmr.
Xau ai.
Até já, sempre JOb

A santa sem nome



Era uma vez uma pequena que servia numa quinta – já não se sabe onde… Esta jovem parecia de tal maneira insignificante que só a chamavam por “Ei, tu aí”, “Psst, pequena” ou “Ó miúda”. O seu nome havia sido completamente esquecido e ela própria também já não o recordava.
Depois da sua morte, quando se encontrou no paraíso, qual não foi a surpresa ao ver que a conduziam diante dos maiores santos do céu! Sim, porque apesar de uma vida discreta e pouco notável, a jovem tinha chegado, sem se dar conta – e talvez por causa disso – ao maior estado de santidade.
E se, cúmulo da inocência, ela estava surpreendida e perturbada com tantas atenções, os outros santos estavam muito embaraçados. Todos sabiam que, por não ter nome próprio, a nova santa nunca poderia receber orações particulares, pedidos que só a ela fossem dirigidos.
Desde logo os santos mais generosos propuseram-lhe partilhar os seus nomes, mas ela recusava educadamente, dizendo que até aí tinha vivido bem dessa maneira, e assim poderia continuar. Foi então que Deus se pronunciou:
- À nova santa sem nome irão todas as preces sem nome.
Depois desse dia é esta pequena, de quem nada se sabe, que recolhe no céu a maior parte das orações. Com efeito, é a ela que sobem todos os impulsos dos nossos corações cada vez que, mesmo sem termos consciência, somos atravessados por uma inclinação para o bem ou um desejo impreciso de tornar o mundo melhor.
Diz-se que cada sorriso, cada lágrima
Das nossas emoções mais puras
é no mesmo instante recolhida e abençoada pela santa sem nome.

Jean-Jacques Fdida
In Contes des sages juifs, chrétiens et musulmans, ed. Seuil
Trad. / adapt.: rm
© SNPC (trad.) | 31.10.10

Game Day of Magic, The Gatherring dia 12/11/10

Olá a todos:

Dia 12 de Novembro, Game Day of Magic, The Gatherring.

No Elvis Bar.

Esperamos por ti.

Trás o teu baralho. Bora lá jogar.





Beijos as meninas.
Abraços ao meninos.
E que Deus e Maria esteja sempre convosco.
Em breve eu volto, pode ser!!!!
Aquele abraço e boas pedaladas, alexjudoka_gmr.
Xau ai.
Até já, sempre JOb