olá, a todos

Desculpem a demora, mas aqui ficam dois momentos muito especiais, que vivemos no passado fim-de-semana...

Na Sexta-feira foi a festa, do "até já" da nossa amiga Angelita preparada pelos nossos amigos de Infantas e que nós também fomos convidados:

video



No Sábado foi o dia do aniversário da Isabel e a nossa ida à feira joanina.



Beijos as meninas
Abraços aos meninos.
E que Deus e Maria estejam convosco.

Em breve eu volto, pode ser!!!!!

Aquele abraço e boas pedaladas, alexjudoka_gmr
Xau ai.

Parabéns Isabel!!!




Na continuação da descoberta dos piores segredos dos elementos do nosso grupo...encontramos esta foto da Isabel que demonstra o porquê da obsessão da Isabel pelo chocolate...
Não te preocupes eu compro guardanapos pra ti =P 

 Parabéns Isabel!!!

Passar tempo com os amigos!!! :-D

olá a todos.

Como estão todos, esse começo de aulas, como tem corrido, ou melhor, como ira correr.

Ontem foi o nosso recomeço da nossa caminha, juntos.

Cada nos elementos do grupo de Jovens, são uma gota de água, que todos juntos formamos a fonte de água viva na qual cada um de nos beberá dessa água.

No final da oração fiquei com esta frase.




Quando estás em silencio e
stás abraçado a Deus.
a.a.c.r_2009
Gmr_20_09_09


Espero que gostem.

Pensem em actividades e temas que gostariam que o JOB participasse ou organizasse.
São para serem apresentadas na próxima reunião.
Quem não poder mande as suas ideias para o email do grupo de Jovens.

Beijos as meninas
Abraços aos meninos.
E que Deus e Maria estejam convosco.

Em breve eu volto, pode ser!!!!!

Aquele abraço e boas pedaladas, alexjudoka_gmr
Xau ai.

Dedicado a todos vós meus amigos...

Vi este texto e não resisti em colocar aqui no blog....


Hoje falei de ti

Desculpa,
sei que tu és uma pessoa muito especial mas,
hoje falei de ti...
É... até foi de propósito!!!
Eu estava a falar com DEUS quando resolvi falar de ti.

Eu pedi que ELE te cobrisse de protecção
e te fizesse muito FELIZ.
ELE disse para eu não me preocupar.

E ainda me pediu que eu te dissesse que ELE te ama muito
e vai fazer o possível,
e principalmente o impossível,
para nunca te ver triste.
Pediu-me ainda para te dizer que ELE sabe que ás vezes
vais pensar que ELE
não está do teu lado,
ou que irás questionar
o porquê de muitas coisas terem acontecido, ou
não terem acontecido na tua vida.
Mas um dia irás olhar para trás e dizer:
"Como DEUS faz as coisas certas!!...
Hoje eu vejo que tudo está na hora certa e que ELE não falha.."

Olha só quem veio comigo!!!Ele está à tua espera...



Recomeça...connosco!!




Recomeça...
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.
E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar
E vendo
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.


No próximo Sábado recomeçamos a nossa caminhada...
...É tempo de sermos esperança!!!
...É tempo de darmo-nos ao nosso irmão!!!
...É tempo de escancararmos as portas dos nossos corações a Deus!!!

...Entra connosco na loucura desta caminhada e deixa-te guiar por este Pai que te ama!!

oi malta.

Como foram essas ferias?
E essas aulas, já estão preparados?? Mais uma ano vai começar, não é isso malta?

Para alguns, novas experiências, novas realidades...Como para o Tadeu e para o Zé que vão começar os seus cursos universitários...boa sorte Manos!!!

Estava a trabalhar um pouco e sentia necessidade em escrever algo, por isso, aqui vai.
A ouvir o instrumental volume 2 de Taizé, aqui fica mais umas pequenas palavras.


SENHOR:

Tu és aquele que nos guias no meio da ESCURIDÃO.
Por isso, quando eu estiver perdido, ajuda-me a encontra a LUZ.
A LUZ do teu caminho.
E que o ESPÍRITO SANTO, seja o meu aliado.
SENHOR estou aqui para te servir.
Adoro-te meu Pai.

a.a.c.r_ 2009
Taizé_04_08_09


Boa sorte, para inicio desta vosso nova fase de vida.

Sábado, lá estaremos no sítio do costume, para continuarmos a nossa caminhada.

Beijos as meninas
Abraços aos meninos.
E que Deus e Maria estejam convosco.

Em breve eu volto, pode ser!!!!!

Aquele abraço e boas pedaladas, alexjudoka_gmr
Xau ai. Eu volto

'Cadê' vocês manos?


A Moeda



Um mendigo estava sentado num banco à beira da rua, a pedir esmola. Passou uma criança e parou uns instantes para conversar com ele. Enquanto falava acerca do lindo dia que estava, os seus olhos viram uma moeda de dois euros no chão perto do mendigo.
Discretamente, foi pondo o pé sobre a moeda e depois, num gesto rápido, meteu a moeda ao bolso e despediu-se do pobre.
No dia seguinte, o menino a caminho da escola passou de novo diante do mendigo. Desta vez os olhos do mendigo pareceram-lhe muito tristes. Pareciam ter até um ar de repreensão.
O menino, sentindo a voz da consciência a dizer-lhe que tinha feito mal em roubar na véspera, disse-lhe:
-Desculpe, fui eu que peguei ontem na moeda.
-Mas eu não te perguntei nada. Pensei até que a tinha perdido.
-Fui eu. Ao ver os olhos tão tristes, senti que o fiz sofrer.
«Meus olhos? Mas estes olhos são de vidro. Eu sou cego!»

Temos no nosso íntimo uma voz que nos fala apenas a nós para nos dizer quando fazemos o bem e, sobretudo, quando praticamos o mal. Há muitas leis e normas, mas a nossa consciência tem sempre a última palavra.

Sugestão para o fds...

Estava a vaguear pela internet quando parei pelo dos nossos amigos do blog Moral em alta e vi uma óptima sugestão para uma ida até ao cinema...Olhem só:
“Por vezes é preciso fazer a pergunta que uma criança faria para se entender algo”. Eu arrisco: por vezes é preciso saber apreciar algo como uma criança para nos podermos deslumbrar verdadeiramente.



Up - Altamente!

Muitas vezes pensamos que os filmes de animação são para crianças e não para nós...e assim perdemos mensagens de vida que poderão fazer-nos reflectir sobre o nosso passado, sobre o nosso presente ou sobre o nosso futuro...

Se preferirem ficarem em casa e gostarem de algo mais dramático, procurem o filme "A Onda" (Die Welle):
Poster de «A Onda»

Um professor do ensino secundário encarrega os seus alunos de levarem a cabo uma experiência fora do comum, sobre como é viver num regime ditatorial. A experiência começa a atingir proporções inesperadas quando é formada uma unidade social com vida própria.
O filme demonstra a fragilidade humana nas suas mais variadas formas.

Caso aceitem a sugestão...Bom filme!!..


Meditação de Setembro

Isaías 6,1-8: Uma «revolução coperniciana»

No ano em que morreu o rei Uzias, vi o Senhor sentado num trono alto e elevado; as franjas do seu manto enchiam o templo. Os serafins estavam diante dele, cada um tinha seis asas; com duas asas cobriam o rosto, com duas asas cobriam o corpo, com duas asas voavam. E clamavam uns para os outros: «Santo, santo, santo, o Senhor do universo! Toda a terra está cheia da sua glória!» E tremiam os gonzos das portas ao clamor da sua voz, e o templo encheu-se de fumo. Então disse: «Ai de mim, estou perdido, porque sou um homem de lábios impuros, que habita no meio de um povo de lábios impuros, e vi com os meus olhos o Rei, Senhor do universo!» Um dos serafins voou na minha direcção; trazia na mão uma brasa viva, que tinha tomado do altar com uma tenaz. Tocou na minha boca e disse: «Repara bem, isto tocou os teus lábios, foi afastada a tua culpa, e apagado o teu pecado!» Então, ouvi a voz do Senhor que dizia: «Quem enviarei? Quem será o nosso mensageiro?» Então eu disse: «Eis-me aqui, envia-me.»
(Isaías 6,1-8)

No início século XVI, Copérnico formulou a teoria segundo a qual, contrariamente às aparências, não é o sol que gira em torno da terra, mas a terra em torno do sol. Do mesmo modo, quando procuramos uma direcção para a nossa vida colocamo-nos, em primeiro lugar, no centro do nosso universo e procuramos dar-lhe um sentido, pensando, talvez, que Deus faz parte da nossa existência. Seguidamente, podemos experimentar a nossa própria «revolução coperniciana»: compreendemos que não é Deus que faz parte da nossa vida, somos nós que fazemos parte da sua.

A história da vocação de Isaías, sobre uma visão, está escrita numa linguagem fantástica, mas descreve precisamente a tal mudança de perspectivas, presente na descoberta - e na redescoberta contínua - da nossa vocação. É a história do despertar de um ser humano para a sua situação verdadeira face ao mundo real. A vela é removida e Isaías prevê a realidade de Deus. É uma visão de algo tão perfeito que, de repente, ele consegue distinguir, por contraste, a sua própria imperfeição profunda: «Ai de mim!» A esse respeito, podemos pensar na parábola de Jesus sobre os dois homens que vão ao Templo rezar (Lucas 18,9-14): o colector de impostos está consciente da necessidade de uma cura.

Paradoxalmente, é quando Isaías admite a sua grande distância de Deus que se abre a possibilidade para que possa receber o perdão. E este perdão, descrito como brasa ardente, deixa uma marca indelével sobre a sua vida.

Quando tomo consciência da minha indignidade, o meu olhar sobre os outros transforma-se. Compreendo que a distância entre Deus e mim é muito maior - ainda que de uma natureza distinta - do que a me separa de qualquer outra pessoa. E esta constatação também queima, queima qualquer juízo para com os outros.

A história mostra uma coisa surpreendente relativamente à nossa relação com Deus. Os humanos são muito imperfeitos, no entanto têm a liberdade e o poder de dizer «sim» ou «não» a Deus. A vocação descoberta por Isaías vem de uma direcção inesperada. Mais do que encontrar apenas «o que lhe convém», ele é livre para se juntar a algo muito maior: a própria obra de Deus. «Quem deverei enviar? Quem ficará do nosso lado?» Como outras pessoas que foram enviadas por Deus, Isaías descobrirá uma força que vence a sua timidez pessoal e que não é conhecida por aqueles que insistem em ser eles mesmos a traçar o seu próprio caminho ao longo da vida.

- Quando compreendeste que a tua vida é centrada em Deus, e não o contrário?

- Em que situações gostavas de encontrar a liberdade de um olhar sem julgamentos?

- Onde ouves Deus dizer-te: «Quem deverei enviar? Quem ficará do nosso lado?»