Sentido da Vida


Um grande filósofo reflectia, dia após dia, acerca do sentido da vida. Tinha dedicado os melhores anos da sua vida à solução deste enigma. Tinha consultado os melhores sábios da humanidade. Tinha a sua biblioteca cheia de livros. Mas os anos iam passando e não encontrava a resposta à sua questão.
Uma tarde no jardim, reparou que a sua filha, de cinco anos, estava tranquilamente a brincar. Aproximou-se dela e perguntou-lhe:
-Catarina, por que é que estás neste mundo?
A menina olhou para ele, abraçou-o e respondeu imediatamente:
-Para te amar, pai, para te amar.
Conta-se que o filósofo ficou tão surpreendido que deixou cair ao chão o livro que tinha nas mãos.

  1. Por que é que Deus nos criou?
  2. Que sentido tem a vida do homem no mundo?

A resposta pode vir da boca de uma criança. Vivemos, de facto, para amar a Deus e ao próximo e ser felizes.

Sem comentários: