Textos bíblicos com comentário

OLá JOb +:

Deixo-vos aqui a meditação deste mês feita pelos irmãos de Taizé.

Espero que gostem, eu amei.


Julho 2010

Génesis 9,8-17: A paciência tensa de Deus.
A seguir, Deus disse a Noé e a seus filhos: «Vou estabelecer a minha aliança convosco, com a vossa descendência futura e com os demais seres vivos que vos rodeiam: as aves, os animais domésticos, todos os animais selvagens que estão convosco, todos aqueles que saíram da arca.
Estabeleço convosco esta aliança: não mais criatura alguma será exterminada pelas águas do dilúvio e não haverá jamais outro dilúvio para destruir a Terra.» E Deus acrescentou: «Este é o sinal da aliança que faço convosco, com todos os seres vivos que vos rodeiam e com as demais gerações futuras: coloquei o meu arco nas nuvens, para que seja o sinal da aliança entre mim e a Terra. Quando cobrir a Terra de nuvens e aparecer o arco nas nuvens, recordar-me-ei da aliança que firmei convosco e com todos os seres vivos da Terra, e as águas do dilúvio não voltarão mais a destruir todas as criaturas. Estando o arco nas nuvens, Eu, ao vê-lo, recordar-me-ei da aliança perpétua concluída entre Deus e todos os seres vivos de toda a espécie que há na Terra.» Dirigindo-se a Noé, Deus disse: «Esse é o sinal da aliança que estabeleci entre mim e todas as criaturas existentes na Terra.» (Génesis 9,8-17)

Deus anuncia a boa nova a Noé: não haverá mais dilúvios; a vida na terra não será arruinada. Compromete-se através de uma «aliança perpétua concluída entre Deus e todos os seres vivos». Aqui, a aliança não representa um acordo entre duas partes, mas sim uma decisão unilateral de Deus. O horizonte último da vida na terra não é um cataclismo mas uma promessa de Deus.

Segundo a Bíblia, a grande catástrofe encontra-se atrás de nós; foi dela que os seres vivos foram resgatados. Actualmente, alguns inquietam-se com alguma catástrofe de dimensões globais que poderá estar diante de nós. Um desastre ecológico ou uma guerra descontrolada podem desencadear o fim do mundo.

O dilúvio não está atrás de nós num sentido histórico. O relato não nos fala de um acontecimento isolado do passado, mas de medos humanos permanentes. Desde os primórdios dos tempos, relatos de inundações e incêndios anunciaram potenciais finais da vida na terra.

O relato bíblico diz que Deus, que criou o mundo, não o deixa afundar, mas salvaguarda-o. O mundo em que vivemos já está salvo de um desastre. E salvo, também, da violência. O dilúvio arrastou aqueles que, pela «grande maldade» (Génesis 6, 5), tornavam a vida inviável. Um novo começo é possível.

A grande promessa de Deus, que diz que «as águas do dilúvio não voltarão mais a destruir», é uma bênção ambígua. Deste modo, Deus impede-se a si próprio de empregar uma solução radical. Nunca mais lavará a terra com inundações para a limpar dos violentos e dos perversos. A partir de agora, «faz com que o Sol se levante sobre os bons e os maus» (Mateus 5,45). Deixará Deus que os maus andem livremente? Em qualquer caso, decidiu suportá-los com tolerância.

O arco-íris, sinal da aliança, é um símbolo da paciência de Deus. Ao dizer «o meu arco», Deus aparece como um guerreiro. No mundo da Bíblia, a imagem de Deus que parte para a batalha para resgatar os mais fracos das mãos dos seus opressores não é invulgar. Mas aqui, Deus «coloca o seu arco nas nuvens»; pousa as suas armas. Estará Deus a recusar lutar, resignando-se à maldade que não se pode desenraizar dos seres humanos?

O arco de Deus nas nuvens é arredondado; é um arco em tensão. Deus é paciente, sim, mas a sua paciência é tensa, repleta de energia reprimida. A profusão de cores no arco-íris poderia representar os recursos infinitos do amor de Deus. Ele encontrará uma maneira de derrotar o mal sem causar a guerra.

Que símbolo pode o arco-íris representar para mim?

Que maneira de olhar o nosso mundo actual e o nosso futuro nos dá esta passagem da Bíblia?

A que atitudes e comportamentos nos compromete a paciência tensa de Deus?


Fonte: http://www.taize.fr/pt_article175.html

Comentários

Anónimo disse…
Grande alex!!!! de volta à acção!!!!

abraços

Mensagens populares deste blogue

Tema de reunião: "Valor da Oração..."

Liberdade Humana

Oração Espontânea