Eutanásia..acto humano ou imposição da sociedade...

A Eutanásia voltou novamente a ser um dos temas da actualidade...
Não é a primeira vez que se debate este assunto...Talvez até se pode considerar que é um assunto desgastado de já tanto ter sido debatido na nossa sociedade.

No entanto, não devemos deixar de questionar sobre a sociedade em que encontramo-nos e qual é a sociedade para qual estamos a caminhar...sociedade fria e mecânica ou uma sociedade esclarecida e humanitária..

Fica aqui um texto de opinião do P. Samuel:


(...) A Eutanásia é uma imposição da sociedade!
Há em muita gente a pretensão de olhar para a vidade uma forma utilitária, com base numa concepção egoísta e em critérios apenas económicos: se uma vida não é útil, se não é produtiva, então não tem razão de ser. Pode elimnar-se, como se elimina um automóvel velho ou sem conserto, um par de sapatos rotos, uma camisola demasiadas vezes remendada.
(...)
A comunidade cristã não pode ficar indiferente a ponto de tolerar que a vida humana se degrade e se relativize ao sabor de "valores" efémeros. Eis o grito de esperança, de luz e de amor pela vida que (...) teremos de ecoar por cima das "muralhas" de consciências difusas e ressequidas do "dom" da vida.
Na sociedade, por si cheia de contradições, interesses individuais e preconceitos humanos e religiosos, não se afigura fácil apontar o "trilho" supremo da Vida. Mas creio que se a Igreja se tornar cada vez mais "perita em humanidade" e souber conjugar e agir, no presente, os verbos "acolher", "escutar" e "amar" pode renovar, por dentro e por fora, todo o Homem faminto de saber quem.
O grande desafio passa por olhar como pessoas aqueles que são olhados como coisas! Somos o elo mais forte porque somos VIDA!

Sem comentários: